15 de nov de 2007

Tempurá de Camarão

cozinha, Tempurá, culinária japonesa, gastronomia japonesa, receitas do japão, como preparar tempurá, receita de tempurá, No último post aqui falei de feira. Eu estava na feira nesta semana, na barraca onde compramos verduras. São 5 irmãos e minha vizinha (uma senhora idosa que morava aqui há quase 30 anos e me ensinou os macetes da feira da rua de trás) me apresentou os rapazes como os irmãos de olhos azuis. Eles compram direto de um produtor e não do Ceasa/Ceagesp, o que garante o frescor diferenciado nos verdes de sua barraca.
Enzo é fã de almeirão cortadinho como couve, fininho, lavado várias vezes para tirar o amargor e depois temperado com cebolas, aceto balsâmico e azeite. Gosta também de rúcula temperada assim. Mas o Giorgio não come verdura nenhuma (nem frutas) e é uma tortura. A única coisa verde que ele aceita é folha de cenoura. Acharam estranho? Pois é o que eu compro toda semana lá na banca dos irmãos de olhos azuis. E nesta semana um deles resolveu me perguntar para quê eu comprava aquilo!
"É para fazer tempurá", falei, "aquele empanado de verdura japonês". Tive que dizer que um dia eu levo para eles provarem, claro, porque devem ter me achado louca.
E vocês, já provaram o tempurá? Minha Batian (avó japonesa) nos ensinou a acostumar o paladar com este bolinho frito, que não difere tanto dos bolinhos de arroz que minha outra avó fazia. É tão gorduroso quanto, mas a delicia é que é crocante.
Coloco abaixo a receita básica do mais famoso, o tempurá de camarão.
Ingredientes
12 camarões sem cabeça
Verduras em folhas (o quanto desejar)
1 ovo
água gelada
100 gramas de farinha de trigo
Farinha de trigo
Oleo para fritar
Molho
(Ferver nessa proporção)
1 parte de shoyu e 1 de mirim (sake para culinaria, mas pode ser vinho branco seco) para cada 3 partes de caldo
nabo ralado

Preparo

Descasque o camarão sem retirar o rabo. Faça 3 ou 4 cortes no lado da barriga de cada um deles
Coloque o óleo na panela até atingir 3 cm de profundidade e coloque no fogo forte. Quando surgirem bolhas, mude para o fogo médio.
Misture o ovo com a água gelada, até os dois formarem 200 ml no copo. Acrescente a farinha e misture.
Cubra o camarão com farinha e passe na mistura de água e ovo. O segredo é usar uma frigideira de paredes grossas, para manter o calor, e ter uma "boca" de fogão grande, daquelas trichama. Frite por cerca de 2 minutos, virando duas vezes o camarão.
Coloque verticalmente em um recipiente para retirar o excesso de óleo e coloque em uma travessa.
Prepare o molho com nabo ralado e embebede o tempurá antes de comer.
Usando a mesma técnica, é possível fazer o tempurá com cenouras em tirinhas, beringelas, vagens, anéis de cebola, batata doce, e, claro, as folhas da cenoura.
Obs: Pode ser servido também com limão e sal
Serve até 4 pessoas
Aqui tem uma receita alternativa, da Fundação Japão, e aqui, no site Notícias do Brasil.


Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha