22 de nov de 2007

Uma xícara de chá bem quente...

acompanhamento, bolo, chá, ingrediente, receita, receita de bolo de Baunilha, como preparar bolo de Baunilha,

Para mim não existe nada mais gostoso do que deixar de lado o trabalho e bebericar uma deliciosa xícara de chá e isso independe da estação do ano. É praticamente um ritual. No tempo em que estudei em Londres - aprendi a tomar o famoso chá da cinco. Mas em casa, já era um costume antigo, reunir a família ou os amigos no sofá da sala para um chá e os quitutes da Nona. Xícaras grandes e muita conversa em meio as gargalhadas e bobagens que eram ditas.
Mas você conhece a história do Chá?

Só no final do século XIX, é que o chá se propagou no continente europeu, especialmente nas grandes cidades. Na França surgiram famosos salões de chá na primeira metade do século XX, onde as damas da sociedade se reuniam para degustar o Chá das Cinco, que além de chá passou a ser servido também café, chocolate quente, drinques leves, saborosos petit-fours, sanduiche croque-monsieur, etc.

E o famoso Chá Inglês - o tradicional Chá das Cinco é datado de 1830 quando a Duquesa de Bedford descobriu uma forma de exibir suas maravilhosas peças de porcelana e prata. Logo foram criadas regras de etiqueta para o serviço de chá e receitas que fariam parte do cardápio como: torradas com manteiga, geléia ou mel; scones, muffins, bolos e uma grande variedade de biscoitos e pãezinhos.

Mas, sabe-se que a origem do chá vem muito antes da existência do famoso Chá das Cinco... E nos remete a muitos mitos e lendas e fica quase impossível narrar a veracidade de sua origem, mas como nas lendas tudo é muito mais intenso e poético, escolhi essa que é a que eu mais gosto.

"Certo dia, num quente verão oriental, o Imperador, de visita a uma das regiões distantes que governava, mandou parar a sua comitiva para que todos descansassem durante algum tempo. Os servos começaram então a ferver água para que a comitiva pudesse beber, mas algumas folhas provenientes de arbustos próximos foram arrastadas pelo vento caindo no recipiente em ebulição. Pouco a pouco, a água foi adquirindo uma tonalidade castanha. O Imperador, curioso, decidiu provar a estranha infusão e ficou surpreendido pelo sabor extremamente agradável, tornando-se desde esse momento um grande adepto do chá, no que seria seguido pelo seu povo."

E foi com a Nona que aprendi uma das receitas mais gostosa de se comer em companhia de um belo chá, seja este inglês ou de qualquer outra nacionalidade. Em casa, no tempo do outono a Nona preparava um gostoso bolo branco, macio que ficava com uma camadinha marrom sobre o bolo que era bem adocicada e a gente descobria que ela o estava preparando pelo cheiro que ficava no ar. Tinha doze anos quando o preparei pela primeira vez sobre a orientação atenta da Nona.

Bolo de Baunilha
Ingredientes.
4 ovos
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de trigo
½ xícara de óleo
1 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1 xícara de leite morno

Preparo.
Bata as claras em neve, junte as gemas e o açúcar formando uma gemada. Quanto mais bater, mais macio ficará o bolo. Acrescente o óleo e o trigo peneirado. Bata até sentir que a massa está bem homogenia.
Deixe descansar. Aqui vale a seguinte recomendação, quanto mais descansar, mais leve a massa irá ficar. Eu costumo deixar descansando a tarde toda, porque começo a preparar a massa na hora do almoço.
Depois do descanso, acrescente o leite, a essência e o fermento e misture até os ingredientes estarem bem misturados.
Coloque em forma pré untada com trigo. Dê suaves batidinhas no fundo da assadeira para soltar bolhinhas de ar e leve ao fogo pré aquecido. Nos dez primeiros minutos deixe em temperatura alta e depois baixe para o fogo cozinhar. O tempo para assar é aproximadamente 30 minutos.


Esse bolo com chá de ervas ou mate com limão é maravilhoso, uma perfeita combinação para o Chá das Cinco ou de qualquer outro horário.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha