11 de nov de 2011

Suco ou vitamina? Iogurte!

cozinha, saúde, alimentos leves, práticas saudáveis, sucos saudáveis, lactose, iogurte, iogurte desnatados, Todo mundo ta careca de saber que no verão, precisamos de líquidos e alimentos leves.
Eu adoro vitaminas de frutas - apesar de ser o tipo de alimento inflamatório. São ótimas, práticas saudáveis e completas. Só têm um porém: meus filhos NUNCA gostaram. Mesmo Giorgio, que ADORA tomar leite e derivados, tem ânsia se toma vitamina.
Nesta semana voltei da feira e fui fazer um dos meus sucos da tarde. Diariamente tomo sucos naturais que faço no liquidificador mesmo, batendo a fruta picada, água, uma colher de linhaça e outra de gérmen de trigo. Fica ótimo e eu não preciso lanchar (eu tenho fome a cada 3 horas, como um bebê, é um absurdo!).

Suco de laranja com iogurte natural
Fiz uma receita nova: suco natural de laranja (umas 3 ou 4 bastam), banana (1 ou 2) e maçã (1). Linhaça e gérmen de trigo, tudo batido no liquidificador. Comentei com os meninos que aquela mistura parecia a do iogurte natural com laranja, cenoura e mel que eles adoram (aqui em casa não compramos iogurtes "normais", só os naturais) e tiveram a idéia de colocar um potinho de iogurte natural no meu suco.
Tchan tchan tchan... ficou ótimo. Parece mentira, mas ficou lindo e delicioso. À noitinha, claro, os meninos já queriam mais e agora virou mania! E sem ânsia, porque o iogurte não tem a lactose pesada do leite puro, ajudando quem tem intolerância à lactose (meus pais têm, mas isto é outra história).

Bacillus bulgaricus
Imaginei como meu suco ficaria com os iogurtes gregos. Outro dia vi na TV a inglesa Nigella Lawson fazer uma sobremesa de iogurte grego com damasco, de morrer... Hum, que sonho!
Mas o melhor que eu já provei foi um iogurte natural maravilhoso que tem nos mercados japoneses, com matéria-prima vinda da Bulgária. Ele sempre me remetia a um livro antigo da minha avó, "Nutrição e Vigor", que tinha um capítulo especial sobre os búlgaros e sua vitalidade creditada ao iogurte. Creio que quando o livro foi escrito os estudos do biólogo russo Ilya Metchnikoff eram recentes e impressionava a todos as descobertas dele da relação entre a longevidade de tribos das montanhas búlgaras e o iogurte, base de sua dieta. (Eles também comiam grandes quantidades de produtos hortícolas de cultivo próprio!) Enfim, foi Metchnikoff que conseguiu isolar um bacilo do iogurte, batizando-o de Bacillus bulgaricus.

História do iogurte
Aproveitei e pesquisei a história do iogurte para contar para os meninos:
Galeno, Dioscórides e até Gengis Khan deixaram alguma forma de registro defendendo as virtudes do iogurte. A história é tão antiga que tem endereços diferentes:
  • Período do Neolítico: os pastores começaram a domesticar animais mamíferos (supõe-se que camelos, búfalos, cabras, ovelhas ou vacas) e a utilizar o seu leite como alimento, que era armazenado em marmitas de barro à temperatura ambiente. No clima do deserto isso criava as condições ideais para que o leite fermentasse, produzindo um rudimentar tipo de iogurte.
  • Desertos da Turquia: leite fresco era armazenado em bolas feitas de pele de cabra e estes eram atados nos camelos e o calor do seu corpo, resultando na multiplicação de bactérias ácidas. Depois de consumir eles enchiam os recipientes com leite e os resíduos precedentes ajudavam a transformar em novo leite fermentado.
  • Balcãs: crê-se iogurte possa ter aparecido junto dos antigos povos nômades dos Balcãs e também na Ásia Central.
E você, qual sua história com o iogurte? Ama, detesta ou não faz diferença na sua dieta?
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha