21 de abr de 2008

Inventando moda na cozinha...

...torta de batatas com arroz ao forno!

Sabe aqueles dias em que você quer fazer algo especial para agradar alguém? No caso, queria que o almoço fosse especial para o mio amore que nas últimas semanas está entregue a uma "meditação" necessária. O silêncio é seu amigo mais caro no momento. Então pensei em ir até a cozinha em fazer algo que trouxesse aquela sensação de aconchego que as mães proporcionam durante toda uma vida. Afinal, a mãe do mio amore cozinhava super bem...

acompanhamento, arroz, massa, torta, E lá fui eu para a cozinha pensando em preparar um arroz ao forno e uma torta de batatas - a torta era receita da nona - que ela preparava rapidamente. Fazia uma espécie de purê de batatas um pouco mais firme, colocava num refratário, recheava e cobria com mais purê. Ficava uma delícia, mas eu resolvi fazer o que eu mais gosto de fazer na cozinha: brincar com os ingredientes. Então mudei a receita um pouquinho...

Para começar, piquei as batatas a fim de diminuir o tempo de cozimento e isso acabou facilitando na hora de levá-las ao liquidificador. Eu dividi a massa em duas etapas, mas o processo é um só: levei aos poucos para o liquidificador: meio quilo de batatas cozidas com uma colher de amido de milho, 01 ovo, 02 colheres de margarina não muito cheias e um pouco de leite para dar ponto. Bati por quase dois minutos. A massa muda de cor, ficando homogênea, um pouco mais firme que massa de bolo. E o tempero da massa depende de cada um, eu acrescentei sal marinho e salsinha e um copo de queijo parmesão.

A segunda parte da massa é só repetir o mesmo processo, mas aconselho que o faça apenas quando estiver finalizando a torta. Eu usei uma forma de aço, mas há quem prefira mesmo os refratários.


Recheio.
Levei ao fogo, uma cebola média picada, dois dentes de alhos filados, 03 cenouras e 03 batatas picadas em quadradinhos, *01 lata de milho verde cozido no vapor, salsa picada. Sempre deixo os legumes fritarem junto ao alho e a cebola antes de colocar água e uso pouquíssima água, deixando a secar, não totalmente. Depois de pronto é só espalhar sobre a primeira massa. Depois é só cobrir com a segunda metade da massa.

Levei pouco mais de 15 minutos preparando essa torta que fez sucesso junto ao mio amore. Lembrando que ela fica um pouco mole quando quente, parece um creme, mas depois que esfria (embora demore um pouco) fica mais firme. Aqui em casa, não deu tempo para esfriar.

acompanhamento, arroz, massa, torta, Como acompanhamento, eu preparei arroz ao forno, que também é bem simples de preparar. Faça uma receita comum de arroz e aproveite os legumes que sobraram na hora de rechear a torta. Coloque um pouco dos legumes no fundo de um refratário, depois acrescente por cima o arroz, repita o processo mais duas vezes. E por fim, cubra o arroz com muzzarella fatiada. Leve ao forno para gratinar o queijo e pronto... O truque desse prato é que quando você for serví-lo, os legumes se misturam ao arroz no prato.

É claro que eu também preparei uma deliciosa salada de alface com tomates e palmitos e um belo suco natural de guaraná que é o que eu mais gosto.

Arranquei um sorriso do rosto do mio amore e o melhor é que ele já me perguntou várias vezes quando vou fazer a tal torta de batatas novamente. As vezes vale a pena inventar moda na cozinha...
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha