2 de jun de 2008

Rocambole salgado

acompanhamento, jantar, salgado, Rocambole, como preparar rocambole saudável Ontem, depois de muito tempo fiz um Rocambole Salgado. Eu adoro comida salgada - não sou muito fã de doces, embora tenha fases em que saía comendo doce feito criança. Mas é uma fase bastante específica, que acontece apenas uma vez por mês.

Ontem, como foi dia do "Mio Amore" decidi preparar esta receita que eu aprendi nos tempos em que cursava faculdade. Era algo rápido e que eu conseguia comer por uns três dias seguidos. Acho que vocês sabem que quando se está em época de trabalhos e provas finais na faculdade, qualquer coisa prática é super bem vinda.

A receita veio de uma amiga que mudou-se para o Japão há alguns anos e que também fazia faculdade comigo. Ela, por sua vez, tinha encontrado a receita numa revista, tentou fazer várias vezes e nunca conseguiu fazer o "trem" (como era chamado por ela) dar certo. Disse o famoso "desisto - não nasci pra fazer esse trem" e me deu a receita pra ver se eu tinha melhor sorte - claro que fiz algumas alterações na tal receita, nem poderia ser diferente. É algo mais forte que eu...


Ingredientes da massa:

Numa vasilha, coloque:
1/2 quilo de trigo
2 ovos
200 gramas de manteiga ou gordura vegetal
(eu sempre uso gordura vegetal)
1 xícara de leite
1 colher de chá (rasa) de sal


Misture tudo até que todos os ingredientes estejam bem misturados e a massa não grude mais em suas mãos. Por causa da manteiga, a massa bem fácil de lidar com ela.
Espalhe um pouco de farinha na mesa e começa a amassar bem até sentir que ela está bem uniforme.

Deixe descansar por alguns minutos, enquanto isso, prepare o recheio - como boa vegetariana que sou - o meu recheio é feito com legumes.


Recheio.
04 cenouras médias picadas em cubinhos
04 batatas médias picadas em cubinhos
01 lata de milho ou
02 espigas de milho refogados
04 colheres de requeijão
Queijo picado
Cebola e alho para temperar


Ps. Eu não sou fã de enlatados, mas uso em último caso e verifico se a lata não está amassada e ao abrir, lavo o milho em água corrente e também deixo imerso em uma colher de sopa de bicarbonato. Coisas da Nona.

Preparo.
Na panela, eu coloco um fio de óleo, sal, a cebola e o alho picado e deixo fritar até o alho dourar, então acrescento primeiro a batata, frito levemente e sigo acrescentando os demais ingredientes (cenoura, milho) e deixo fritar até sentir que estão grudando no fundo da panela, acrescento meio copo de água (os legumes já tem bastante água, então não é necessário acrescentar muita água para cozinhá-los) e deixo cozinhar com a panela tampada. Não leva mais que cinco minutinhos.

De volta a massa - acrescente 1 colher de café de fermento em pó na massa e sove-a para misturar bem o fermento. Feito isso, comece a abrir a massa com um rolo (pau de macarrão). Essa fase é a mais delicada, porque se a massa ficar muito fina, vai ser bem difícil conseguir enrolá-lo depois.

Assim que a massa estiver aberta, passe o requeijão com a ajuda de uma colher sobre a massa e comece a espalhar o recheio e por fim coloque o queijo por cima (eu uso muzzarella e gorgonzolla).

Enrole com cuidado e leve ao forno pré aquecido em uma assadeira - deixe o forno em temperatura máxima nos primeiros cinco minutos. Depois diminua a temperatura e deixe por mais uns dez minutos.

Você também pode pincelar o rocambole com gema, manteiga e sal. Eu não faço isso porque não gosto de ovos - mas há quem goste de deixar a massa com uma cor mais dourada. Eu prefiro o natural mesmo, afinal, o que conta mesmo é o sabor.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha