8 de jul de 2008

cházinho de gengibre, mel e limão

Primeiro o gengibre me ganhou na comida japonesa: algumas fatias fininhas sob o sashimi de salmão criam um contraste e uma textura deliciosos! E a coisa ficou só nisso, minguada por um tempo. Só que, semana passada, minha melhor amiga e eu fomos a um café. Estava frio e pedimos um cházinho de gengibre, mel e limão. Ahhhh, admirável mundo novo...

Daí aprendi que o gengibre é originário do Oriente (Ilha de Java, China e Índia). Foi introduzido no Brasil pelos colonizadores, no séc. XVI e é uma das mais antigas plantas medicinais conhecida. Estimula a digestão, alivia a constipação e atua como tônico cardíaco. Trata a obesidade, asma, resfriados e rinite crônica. É um anticoagulante natural e possui um agente ativo – gingerol – quimicamente muito semelhante à aspirina. Excelente contra enjôo e náusea e utilizado há milhares de anos na Índia no tratamento de doenças reumáticas. Além disso, o gengibre também é indicado em programas de desintoxicação.

Sem falar no cheirinho que ele espalha pela casa enquanto é feito: Hhhhmmmnn.

Uma excelente pedida, principalmente nesse friozinho! ;)


Preparo do chá:

Em cozinha, a gente aprende: a escolha das vasilhas, panelas e utensílios faz to-da diferença! (Já fiz esse chá em 3 vasilhas diversas e sempre obtive um chá diferente, mesmo sendo fidelíssima à receita.)

A principal diferença está no modo e no quanto você quer caramelizar o açúcar que é de onde parte a base do chá. Se vc caramelizar muito, chegando à cor caramelo de uma calda de pudim de leite condensado, chances são que o gosto do gengibre fique um tanto camuflado nessa mistura. Mas, se vc gostar assim, não tem problema. O tom do chá é vc quem escolhe!

Evite as vasilhas de fundo grosso: o açúcar demora mais pra derreter por completo e, assim, fica mais queimadinho mais rápido - o que eu prefiro evitar.
Reserve 1 L de água filtrada, 2 colheres rasas de açúcar, 2 colheres de sobremesa de gengibre bem picadinho, uma rodela de limão sem casca (pra não amargar qdo ferver), cravo e canela em pau a gosto. Pode trocar o limão por uma rodela de laranja ou adicionar cardamomo tb (que é uma delícia!).

Adicione o açúcar, mexa até caramelizar o quanto preferir. Quando der aquela calda, ponha o fogo no brando, junte o gengibre, limão, cravo e a canela. Mexa até sentir o odor de cada ingrediente explodir na sua cara, rs. Em seguida, adicione a água e mexa mais um pouco, até os cristais de açúcar desgrudarem do fundo da panela e se derreterem por completo. Espere ferver, desligue e coe. Se vc é fã do gosto picante do gengibre, ferva mais um pouco.

Sirva bem quente, com um sorriso no rosto, acompanhando torradinhas e o que mais quiser. Ah, e não se esqueça do mel. Mel é também tudodebom pro corpo! ;)
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha