4 de fev de 2009

Nassu to bacon



massa-ao-sugo

 

Nassu to bacon é como os japoneses, amantes da cozinha italiana, chamam uma bela pasta ao sugo, coberta evidentemente com muito molho de tomate, além de bacon defumado e pedaços de beringela (o nassu da história).

Aprendi esse prato quando morei na terra do sol nascente há pouco mais de 10 anos e posso lhes garantir que é muito saboroso. Não tem mistério nenhum, basta escolher os ingredientes certos.  

Começando pela massa. Aconselho usar uma massa de boa qualidade, preferencialmente grano duro, feitos de sêmula. Na hora do cozimento opte por uma panela funda e não economize na quantidade de água, afinal, massa grudenta, ninguém merece.

O molho de tomates deve ser preparado com tomates pelados, aqueles pomodoros italianos, normalmente vendidos em latas. Para apurar o molho, sugiro cortar uma cebola média em pedaços pequenos e 3 dentes de alho (não tenha dó do alho, que além de saboroso faz bem para as artérias). Refogue-as com azeite de oliva até dourar.

Use sempre fogo forte para não juntar água. Em seguida ponha os  tomates, sal e deixe apurar até o molho ganhar cremosidade e  estar homogêneo. Para tirar a acidez do tomate e dar um sabor único,  junte uma colher das de sopa bem generosa de mel (não conte para ninguém, senão sempre terá um estraga prazeres que vai torcer o nariz).

O passo seguinte é o bacon e a beingela. O bacon escolhido é do tipo defumado. Tome cuidado para não confundir com o nosso tradicional toucinho que além de muito salgado, fica rijo ao cozimento. As berinjelas são do tipo baby, aquelas pequenas do tamanho da metade do indicador. Corte o bacon em cubos de um centimetro e refoge em uma frigideira aberta. Quando estiver dourado e começando a soltar gordura, reserve-os.

A gordura que sobrou na frigideira, servirá para refogar as beringelas baby, que devem ser cortadas ao meio no sentido longitudinal. Observe que elas devem ficar macias com o refogar. Para facilitar, você poderá usar um poquinho de água fervente (pode roubar da panela da massa). Quando as beringelas estiverem macias, porém inteiras, junte com o bacon e reserve. Nessa altura dos acontecimentos a massa deve estar cozida e o molho apurado.

Agora vem a montagem do prato. Use peferencialmente um prato fundo. Coloque a massa e por cima acrescente uma porção generosa do molho. Depois , no topo, vem o bacon e a berinjela. Para finalizar salpique muito, mas muito queijo ralado. Para acompanhar, sirva um bom vinho tinto cabernet (deixe na geladeira enquanto você prepara a massa). 
Depois disso, você me escreve um comentário e diz se os elogios foram bons? Combinado? Bye.


Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha