12 de mar de 2009

Caminhos do Sabor em Tiradentes



A cidade de Tiradentes, que atrai todos os anos milhares de turistas, ganha mais um estímulo para aumentar a competitividade do setor gastronômico. A partir deste mês, a cidade fará parte do projeto Caminhos do Sabor – a união faz a força, que irá capacitar empresários e funcionários de bares e restaurantes da cidade para melhorar o atendimento e a qualidade do serviço.

A iniciativa é uma ação conjunta entre Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e Ministério do Turismo, em parceria com o Sebrae, que irá beneficiar 26 cidades brasileiras, três delas em Minas – Diamantina, Tiradentes e Belo Horizonte.

O primeiro passo foi a realização de um diagnóstico sobre o atendimento, gestão financeira, manipulação e qualidade dos alimentos de bares e restaurantes locais.

O estudo apontou que, para 56% dos visitantes, o bom atendimento e a cordialidade dos atendentes são determinantes para a escolha dos estabelecimentos onde será feita a refeição, acompanhando da higiene e limpeza do local (48%), a qualidade dos alimentos (32%) e os preços (28%).

Os entrevistados destacaram alguns pratos oferecidos que são típicos da cidade, entre eles feijão tropeiro, tutu a mineira e frango com ora pro nobis. Eles citaram ainda alimentos que poderiam ser comercializados, mas que não são encontrados nos bares e restaurantes da cidade como galinha guisada, fast food, churrasco e pães, quitutes e biscoitos caseiros.

A pesquisa identificou que a maioria dos visitantes são de cidades mineiras (56%), do Rio de Janeiro (28%), de São Paulo (8%) e de Pernambuco (8%). São pessoas que têm entre 30 e 40 anos, em sua maioria casais, que possuem renda acima de 10 salários mínimos. Entre os principais atrativos da cidade estão a gastronomia e comidas típicas (44%), o patrimônio histórico e cultural (32%) e a tranquilidade (20%).

A partir dos resultados do diagnostico serão relacionadas as prioridades e expectativas dos turistas, consumidores, empresários e entidades ligadas ao turismo. O projeto prevê a realização de consultorias, treinamentos empresariais com foco na segurança alimentar, atendimento e gestão. Também serão implantadas ações de melhoria, como a tradução de cardápios para o inglês, espanhol, italiano, francês e alemão.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SEBRAE-MG
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha