27 de out de 2009

Magnum e o Quociente de Prazer

Quanto de prazer as pessoas estão experimentando atualmente? Teste desenvolvido pela marca premium de sorvetes revela esta questão em uma das maiores pesquisas do mundo sobre o tema
Magnum, autoridade mundial em prazer, lança no Brasil o Teste do Quociente de Prazer, que pode ser acessado por meio do site www.meumagnum.com.br. Assim como “QI”, a avaliação mostra que todos têm um “QP”. Mais de 100 mil pessoas, de 180 países - como África, Alemanha, Austrália, Bélgica, Colômbia, Estados Unidos, México, Turquia, entre outros -, já puderam medir a intensidade e saber quais são os principais acionadores do próprio prazer. Agora, a marca vai medir o “QP” dos brasileiros.

O teste foi desenvolvido pelo psicólogo e professor da Universidade de Leicester, da Inglaterra, Alex Linley a pedido de Magnum. O estudo do professor identificou a existência de dez diferentes estímulos de prazer – desde gosto por comida até a excitação física – e criou a escala baseada na freqüência e intensidade que um indivíduo é estimulado por esses “acionadores”. Esta é uma escala que mostra quanto de prazer um indivíduo está experimentando atualmente na vida. O quociente vai de zero a 200. Quanto maior este número, maior a intensidade de prazer da pessoa, maior é o prazer com que ela leva a vida.
“No fim no ano passado, Magnum adotou um posicionamento global de ‘Autoridade Mundial em Prazer’. Desde então, começamos a pesquisar a fundo este universo, o que dá mais prazer às pessoas, o que as fazem felizes. O prazer faz parte da essência da marca”, diz Cecília Dias, gerente de marketing de Magnum.

Os resultados
Com os testes realizados até o momento, a marca já produziu uma das maiores pesquisas do mundo sobre o tema. Para se ter uma idéia, entre os países pesquisados, o estudo de Magnum revela que Colômbia, México, Portugal e Turquia estão no topo do ranking do prazer, são os países que apresentam maior média de QP entre os pesquisados. A Nova Zelândia e a França estão do lado oposto, com a menor média.

O teste também revela que os homens têm maior quociente de prazer que as mulheres, uma média de 120 contra 116 delas. Isso quer dizer que eles vivem com muito mais prazer e aproveitam totalmente a vida. Entre os maiores acionadores de prazer apontados pelos homens estão: brincar com os filhos, lenha queimando, nadar nu e o primeiro beijo. Pelas mulheres, deitar em lençóis de seda, beijo na nuca, ofurô e massagem shiatsu.
E, apesar do que se pode imaginar, sexo não é o primordial quando se fala em prazer. Apenas pessoas que falam inglês e italiano incluíram o sexo como uma das cinco palavras-chave para a sensação.
Além disso, pessoas que trabalham com comunicação e marketing possuem o QP mais elevado, com pontuação média de 123. Na segunda posição, estão as pessoas que já gozam da aposentadoria.
Perfis de prazer
O Teste de Quociente de Prazer também revela que existem dez diferentes tipos de perfis de prazer e qual pertence a cada pessoa. São eles: Realização (pessoas que adoram conquistar objetivos), Auditivo (tem prazer em ouvir), Gustativo (deliciam com o sabor), Olfativo (ligadas aos cheiros), Adrenalina (viciados em atividades radicais), Relax (gostam de ficar de molho na banheira ou mergulhar num bom livro), Social Solitário (valorizam o tempo a sós), Social em Grupo (adoram estar em grupo), Tato (adoram a sensação do toque) e o Visual (Admiram o mundo através dos olhos).

Mais de dois terços dos países que já participaram da avaliação indicam o paladar como a maior experiência de prazer. O “som” também é um bom provedor de boas sensações para a maioria, seja o som de uma chuva sobre o telhado, o rugido do motor em carro clássico ou o som de um bebê rindo. As pessoas com personalidade de prazer auditivo vêem o mundo como uma sinfonia de sons prazerosos.

Curiosamente, os perfis de prazeres mais comuns entre homens e mulheres são os mesmos: Auditivos (homens: 158 e mulheres: 160), Olfativos (homens: 149 e mulheres: 152) e Social Solitário (homens: 134 e mulheres: 135).
Embaixadora do prazer no Brasil

A marca elegeu no Brasil Maria Fernanda Cândido como a embaixadora do prazer de Magnum. Nos outros países, a musa escolhida para realizar o teste foi Eva Mendes, famosa por atuar em Hollywood. Ela lançou o quociente de prazer em abril, em Istambul, na Turquia, e a pontuação foi de 160. O teste da atriz também mostrou um perfil de prazer mais auditivo, ou seja, ela sente mais prazer ao ouvir uma música que gosta ou um som ambiente.

Magnum
Magnum é um dos sorvetes mais vendidos no mundo e uma das mais importantes marcas de sorvete da Unilever. No Brasil, foi relançada em novembro do ano passado com o posicionamento global de “Autoridade Mundial em Prazer”, credenciando seu conceito premium e a sofisticação dos ingredientes finos dos picolés.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha