23 de nov de 2009

Óleo de amendoim: o amigo do coração

Como diz o ditado “O hábito faz o monge”, são os pequenos costumes saudáveis que proporcionam a melhoria na qualidade de vida das pessoas. Trocar, por exemplo, o uso de gorduras pesadas por similares mais leves durante a preparação dos alimentos é uma maneira de não apenas evitar problemas para a saúde, mas também de contribuir com uma melhor degustação dos alimentos.

Com a crescente preocupação das pessoas em se manter a saúde em dia, sobretudo nas questões nutricionais, e ao mesmo tempo não perder o prazer durante a refeição, é preciso escolher os ingredientes apropriados para que essa receita dê certo. Um tipo de gordura que pertence à escala de ingredientes que unem o útil ao agradável é o óleo de amendoim, que pode ser usado no preparo das mais diversas receitas, preservando o bem-estar do organismo e o sabor dos alimentos.

Reduz o colesterol e previne doenças cardíacas

Sabe-se que o colesterol em excesso é extremamente prejudicial ao coração. Importantes pesquisas têm demonstrado que o uso do óleo de amendoim pode diminuir o risco de doenças cardiovasculares. Segundo um estudo realizado pela Universidade do Estado da Pensilvânia, substituindo-se 50% da gordura derivada de óleos de soja, milho ou animal, por gorduras provenientes do amendoim, é possível reduzir significativamente a produção do colesterol ruim no sistema sanguíneo.
Segundo o Dr. Penny Kris Etherton, responsável pelo departamento de nutrição da Universidade, isto ocorre porque o óleo de amendoim é combinado de altos índices de gordura monoinsaturada – que aumenta o colesterol sadio – e baixos índices de gordura saturada – encontradas na gordura animal, ricas em colesterol ruim.
De acordo com a nutricionista Gislaine Arantes Sales Anvanello, este produto não contém gorduras que entopem o miocárdio, como em outros óleos. “O consumo do óleo de amendoim é uma excelente forma de se combater o principal vilão do coração, o colesterol alto, evitando, assim, doenças cardiovasculares”, afirma.

Importante fonte de energia e vitaminas

O óleo de amendoim também se destaca pela rica base de nutrientes que possui. Composto pelos nutrientes E, K e Ômega, é um oleaginoso com alto valor energético.
A vitamina E, por exemplo, é um poderoso antioxidante capaz de defender o organismo das agressões externas e ajudar na absorção da vitamina A. Já o Ômega 6, um ácido gordo poliinsaturado, é essencial na estruturação das membranas celulares do organismo, no sistema de coagulação (prevenindo as hemorragias) e na proteção da pele.
A nutricionista Gislaine Anvanello menciona que uma das principais características do óleo de amendoim é o altíssimo teor de vitamina E. “Por causa desta vitamina, ele é responsável pela eliminação de radicais livres que podem danificar células sadias no organismo”, diz.
Segundo a especialista em alimentos e dietas naturais Silvia Amaral, o óleo de amendoim tem cerca de 28% de proteína em sua composição e por isso sua carga energética é tão intensa. “Este óleo é útil no combate e prevenção a doenças de pele, para o metabolismo e é usado também contra infecções”, afirma.

Não interfere no sabor natural dos alimentos

Diferente de outros, o uso do óleo de amendoim não interfere no sabor dos alimentos. O preparo das refeições pode ser feito sem que o óleo absorva o sabor da comida e o transfira para outros alimentos, mantendo, desta forma, o sabor natural dos ingredientes. Outro fator interessante é que o óleo possui um alto ponto de fumaça, ou smoke point. O que significa que a sua temperatura se mantém alta por mais tempo, proporcionando economia para o consumidor. O uso desse composto é ideal para cozinhar, fritar, temperar saladas e também como margarina.
Consumir óleo de amendoim pode ser uma opção mais saudável, durável e econômica comparada aos outros tipos. Mas, a especialista em alimentos e dietas naturais, Silvia Amaral, alerta que o produto não pode ser hidrogenado. “Pois perde as propriedades e começa a fazer mal”, conclui.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha