18 de ago de 2010

Você acredita que cerveja e psoríase andam juntas?










De

Hoje estava ouvindo na rádio Jovem Pan uma entrevista com um clínico geral,  não me lembro o nome, que faz parte dos quadros do hospital Sírio Libanês, profissional lúcido e muito ponderado, teceu um comentário sobre a matéria que acabara de ser veiculada sobre TDH ou deficit de atenção. Ele dizia que, segundo sua concepção, está havendo um exagero, por parte das pessoas (que se sentem em pânico) e dos médicos em diagnosticar e achar doenças nos seres humanos. Segundo ele, quando o cidadão nasce não sabe se irá respirar, depois tem refluxo, depois os dentes são tortos e precisa de aparelho, na escola são taxados como hiperativos ou tem THD, etc. Confesso que gostei dos comentários desse médico e concordo com ele. Será que não estamos sendo expostos de maneira muito forte às campanhas de marketing dos laboratórios farmacêuticos. Não quero ser alarmista, mas acho que a ponderação é válida.
Essa matéria da Veja,  sobre a associação da cerveja com a psoríase não é alarmista?

Mulheres que tomam cerveja regularmente têm risco maior de desenvolver psoríase - doença de pele crônica e autoimune caracterizada por manchas em todo o corpo que causam coceira. A constatação é de um estudo desenvolvido pela Escola de Medicina de Harvard (EUA), publicado no periódico Archives of Dermatology.

Os pesquisadores analisaram dados de 83.000 mulheres, com idades entre 27 e 44 anos, e descobriram que aquelas que bebiam cinco ou mais cervejas por semana dobravam as chances de desenvolver psoríase. Os cientistas acreditam que isso acontece porque a cerveja é feita de cevada, que contém glúten - uma substância já associada à doença.

Os médicos recomendam que as mulheres com pré-disposição à doença evitem tomar cerveja. Como a substância associada à psoríase não é o álcool, as outras bebidas - desde que consumidas moderadamente - estão liberadas.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha