14 de out de 2010

Uma aposta ousada

Ontem estive prestigiando o lançamento do mais novo produto da Ambev. A Skol 360º, foi produzida com o objetivo de não causar insatisfação gástrica aos consumidores que normalmente consomem cerveja associada aos tradicionais aperitivos fritos, churrascos, ou refeições mais pesadas. A sensação de estar estufado, depois de "umas e outras" é, segundo o fabricante, um antigo apelo dos consumidores, que levou a companhia a investir durante mais de três anos em uma fórmula unica, que juntasse palatabilidade à sensação de bem estar. O processo químico de produção da cerveja é baseado na fermentação e essa fase é que foi alterada do processo tradicional utilizado nas demais receitas, pois segundo o que nos contou o Mestre Cervejeiro Luciano Horn que lá esteve nos explicando o processo químico, a 360º é elaborada com um ciclo rápido de baixa fermentação, ou seja, pelo que entendi, sobra menos fermento no produto final, retardando a reação de fermentação no nosso aparelho digestivo e consequente retardo do indesejado efeito colateral.
Feitas as devidas apresentações faço as minhas considerações, afinal tive o privilégio de experimenta-la em primeira mão. Os organizadores se esmeraram ao selecionar uma casa de eventos (Espaço IK Idéias - Rua Fidalga, 76, Vila Madalena) apropriada para receber os convidados num clima de total descontração bem ao estilo de um churrasco na casa dos amigos. Serviram uma ótima picanha maturada, liguiças e fraldinha, bem grelhadas e fartamente servidas por garçons muito educados. Não preciso dizer que a Skol 360º estava liberada e bem gelada, pois o objetivo era testar se a bendita seria bem sucedida em sua missão de não empanzinar. Confesso que além do churrasquinho, fiz um bom prato de salada de muzarela de bufala com tomate e manjericão, croutons e mais uma porção outras coisas, que nem me lembro direito. Evidente que reguei toda essa comilança com umas 8 latinhas, pois senão a tarefa ficaria incompleta.
O resultado foi incógnito e isso me deixou pensativo. Não consegui constatar se a Skol 360º atingiu seu objetivo comigo ou se precisava comer e beber mais para ter segurança ao dar o meu veredito. Preciso dizer que na manhã seguinte senti dor de cabeça, característica de ressaca, o que normalmente não sinto ao beber cervejas, mesmo em ocasiões especiais onde geralmente enfio o pé na jaca. Terei de fazer o teste novamente, em todo o caso, e se quiserem me ajudar, já poderão comprar a partir deste final de semana nos principais varejistas. Aguardo seus comentário. Prost!
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha