11 de mar de 2011

Dicas de segurança com o uso de botijões de gás

cuidados com a casa, segurança, preço do botijão de gás, cuidados com a casa, segurança, cozinha,


Aqui usamos gás natural encanado, mas nos nossos pais ainda se usa bujão de gás e eu lembro bem dos cuidados com ele. Li dados da Sindigás informando que o botijão de gás ainda abastece 95% dos lares brasileiros e tem mais penetração no país do que a energia elétrica, água encanada e até mesmo a coleta de esgoto.

Meu pai compra sempre gás do mesmo fornecedor, um ex-vizinho meu dos tempos que morava em Curitiba, o que nos deixa seguros sobre o produto comprado. O que muitas pessoas não pensam é que o botijão pode causar acidentes fatais se estiver em estado de conservação duvidoso ou for adquirido em pontos de venda ilegais.

"Além do pouco conhecimento sobre o uso e instalação do botijão, fatores como venda em locais clandestinos e falta de manutenção de equipamentos como mangueiras e reguladores são os principais causadores de vazamentos. Por isso, é importante adquirir os vasilhames somente de revendas legais ligadas as distribuidoras credenciadas pela Agência Nacional de Petróleo - ANP", explica Amaro Helfstein, diretor comercial e de operações da Copagaz.

E é por conta do preço que as pessoas correm riscos. De acordo com o Corpo de Bombeiros de São Paulo, a maior incidência com acidentes envolvendo botijões de gás ocorre em lares com renda familiar de até dois salários mínimos - em todo o Estado, foram registrados 2,4 mil chamados por conta de vazamento de gás no ano passado.

Não acender luzes, riscar fósforos, ligar ou desligar equipamentos eletrônicos são fundamentais para evitar acidentes porque o gás é um elemento feito para ser um aliado da dona de casa e não para servir de arma ou fator de risco.

Confira abaixo outras dicas de segurança capazes de evitar acidentes no caso de vazamentos de gás:

 Em caso de chama aberta (fogão ligado), desligar imediatamente;
 Ventilar o ambiente de forma natural, abrindo portas e janelas, para dispersa o vazamento de gás;
 Nunca utilize ventilador elétrico (a ignição pode causar uma explosão, como um ocorrido recentemente);
 Levar o botijão para uma área ventilada;
 Chamar a assistência técnica da distribuidora de GLP estampada no corpo do botijão e o Corpo de Bombeiros se necessário;
 Ao comprar um novo recipiente, verifique se o mesmo está em boas condições. Botijões amassados ou enferrujados devem ser evitados;
 É importante verificar a presença do lacre, do rótulo de segurança e do nome da empresa em relevo;
 Evite comprar botijões em locais informais ou clandestinos, como pequenos mercados ou até mesmo em calçadas;
 A venda de um recipiente com valor muito abaixo do mercado é outro alerta de que o botijão pode ser clandestino;
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha