7 de mar de 2012

Bons motivos para manter a geladeira limpa e organizada (por @samegui)

saúde, limpeza, higiene na geladeira, bem estar, bactérias na geladeira, alimentos, dicas para limpar a geladeira, germes, organizar alimentos na geladeira,


Quem gosta de limpar geladeira?

Eu não gosto, mas é um cuidado que tomo com frequência pelo bem estar da minha família. E todos deveriam levar a sério esta faxina semanal (ou no máximo mensal) porque mesmo neste espaço fechado e com temperatura controlada muitas bactérias podem se desenvolver, tendo como resultado o odor ruim e a contaminação do que há por lá.
“A temperatura baixa da geladeira não mata os micro-organismos, apenas retarda seu metabolismo”, afirma Carla Taddei, professora de Microbiologia da USP e primeira secretária da Sociedade Brasileira de Microbiologia.
Segundo li, os micro-organismos trabalham melhor a uma temperatura de 25° a 40°C, mas seu crescimento apenas diminui em ambientes frios e eles podem se desenvolver mesmo quando o termômetro marca de 0° a 18°C.

A contaminação começa quando um alimento que cai ou respinga na geladeira (aquela inocente gotinha do caldo de feijão, para o leite que pingou ao ser guardado) que serve de base para a expansão de bactérias, que têm divisão binária, ou seja, uma se divide em duas, depois em quatro, em oito, e assim por diante. 
De acordo com o Global Hygiene Council, grupo composto por especialistas em higiene, esse organismos podem desenvolver mais de 8 milhões de cópias em menos de um dia.
Vale lembrar estas dicas:
  • A limpeza da geladeira é simples e não exige produtos caros nem de última geração. Esponja, água, sabão e pano úmido dão conta do recado". As partes soltas (prateleiras e gavetas), por exemplo, podem ser lavadas com esponja e sabão em água corrente. Devem estar bem secas antes de voltarem ao eletrodoméstico. Apenas tome cuidado com o uso do detergente: o cheiro do produto pode “passar” para os alimentos.
  • O pano (ou esponja) para limpar a parede do refrigerador pode piorar a situação se não utilizado corretamente. É o caso daquele famoso paninho de pia, usado para secar algo aqui e acolá. Segundo o Global Hygiene Council, a pia da cozinha contém 100 mil germes a mais que o banheiro. “Use um pano limpo ou descartável”, aconselha Carla. Depois da limpeza, recorra a outro para secar. Não forre as prateleiras com tecidos, pois os micro-organismos podem sobreviver neles por até 48."
  • Cuidado com esponjas de aço. Elas são úteis para remover crostas de sujeira, mas podem arranhar o material interno. – e a fissura se transforma em um ambiente para a proliferação bacteriana. Uma sugestão é passar um pano com álcool na parede depois da limpeza. Mas evite fazer isso sobre as partes de acrílico: o líquido afeta as estruturas moleculares do material, causando seu rompimento.
  • Fique atento à camada de gelo do freezer. Se tiver mais que um centímetro de espessura, deve ser removida. Não, claro, à base de facadas. Desligue a geladeira e espere descongelar. O procedimento de limpeza é o mesmo. Ao fim da faxina, feche a porta do freezer e deixe-o funcionar por duas horas totalmente vazio.
  • Para que as comidas não se misturem umas às outras e sejam preservadas por mais tempo, acondicione-as em potes – um para o queijo, outro para a sobra do feijão, do arroz, da salada etc. “Mesmo no freezer os alimentos não devem ser expostos ou estar em potes mal tampados”, avisa Carla. No caso das frutas e verduras, depois de limpas, basta colocá-las em uma sacola plástica. Lembre-se, porém, de que um alimento pronto deve ser consumido em, no máximo, 72 horas.
  • O melhor modo de organizar os alimentos depende de uma refrigeração distribuída de maneira igual (consulte o manual da geladeira). A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) recomenda usar a prateleira mais alta para alimentos que precisam de mais refrigeração, como manteiga, leite, geleia, iogurte. Nas do meio, ficam as sobras ou carnes temperadas e, na última, as frutas. Reserve as gavetas para as verduras. A entidade não recomenda colocar os ovos na porta do eletrodoméstico, pois a área sofre variação de temperatura e trepidações. Eles devem ficar na primeira prateleira.
  • No site do Proteste, há um joguinho para entender melhor como funciona a organização dos alimentos na geladeira. Divirta-se.

Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha