7 de jun de 2012

A comida de mãe deste feriado ficou uma salada étnica (por @samegui)

A comida de mãe deste feriado ficou uma salada étnica: arroz com açafrão, vegetais refogados no shochu salpicados com gergelim preto e rabada com mandioca.

Estranho, mas bem saboroso e adequado ao friozinho.

:-)

comida de mãe, salada étnica, Arroz com açafrão, Vegetais refogados, Rabada com mandioca,

Nenhum dos pratos têm segredos complicados:

- Arroz com açafrão: prepare o arroz agulhinha como de costume e após colocar a água fervente inclua açafrão (ou curry) em pó até ficar da cor desejada. Eu uso cerca de 1 colher de sopa rasa para 2 xícaras de arroz.

- Vegetais refogados: gosto de cortar cenoura, pimentão verde e cebolas em tirinhas finas para refogar no wok (ou frigideira de paredes grossas, que mantenha o calor, mas não junte água), em fogo alto, ao estilo chinês. Depois de "selar" os vegetais (quando eles ficam tostados e começam a dourar, mas ainda falta cozinhar por dentro), salpico sal e um pouco de mirim (sakê para culinária), que vai terminar o cozimento e dar um perfume. Neste caso, para 1 pimentão, 1 cenoura e 1 cebola foi 1/3 de xícara de chá de shochu, que é a aguardente de arroz - o mirim ou sakê seriam fermentados, como vinho, e este é destilado, como cachaça.

- Rabada com mandioca: na minha terra se faz Vaca Atolada, costela cozida com mandioca até os dois ingredientes quase desmancharem de tão cozidos e macios. Acontece que em São Paulo não se acha costela de ripas, o corte que chamam de "costela gaúcha" é carne de peito, que no Sul chamam de "granito" e tem outro sabor, falta gelatina e gordura, o que garantem o sabor do caldo da costela. Daí resolvi inventar com rabo que tem estas características e é fácil de encontrar. Para ficar bom é preciso paciência, desde o tempo de "queimar a carne" (refogar muito, só no fio de azeite, deixando selar todos os lados e assim o sabor ficar "a salvo" da água) até o cozimento de fato, quando acrescento cebola e alho picados ao refogado de carne, tempero com sal e pimenta e cubro com água fervente para então fechar a panela de pressão. Deixei 40 minutos na pressão e só depois de me certificar de que a carne estava macia acrescentei a mandioca, deixando que cozinhasse no caldo da carne por mais 15 minutos, também na pressão.

Gostaram?

Se experimentarem contem depois se deu certo. E também compartilhem seus truques para fazer carnes saborosas nestes dias de feriado de inverno!

comida de mãe, salada étnica, Arroz com açafrão, Vegetais refogados, Rabada com mandioca,
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha