21 de fev de 2013

Precificação dinâmica chega ao Brasil. Espero que os supermercados também adotem!

supermercados, supermercados do Japão, economia, alimentos perecíveis, precificação dinâmica, consumidor, alimentos vencidos,


Lembro do quanto esta prática era difundida nos supermercados do Japão já na década de 1990, nos quais os produtos perecíveis eram vendidos a preços baixos no final do dia, com descontos progressivos, garantindo assim que fossem vendidos e consumidos. Além de movimentar a economia, é sustentável porque sobram poucos produtos que, no caso dos alimentos perecíveis, virariam lixo.

"Embora seja novidade no Brasil, a estratégia de variar os preços ao longo do dia de acordo com a oferta e a demanda tem até nome: precificação dinâmica.
Em vez de calcular os preços apenas com base no custo dos produtos, essas varejistas utilizam softwares que monitoram a voracidade dos clientes e as promoções da concorrência. Em alguns casos, alteram os valores a cada 15 minutos. É a chegada ao varejo de uma lógica usada há décadas para comprar e vender ações — quanto mais pessoas estão interessadas em um produto, maior é o valor cobrado por ele.

É o tipo de inovação que não poderia existir sem a internet e a transformação que o comércio eletrônico causou na cabeça do consumidor."
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha