29 de out de 2013

A relação entre comunicação mercadológica e formação de hábitos alimentares não saudáveis


O Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea) fez recomendação sobre publicidade de alimentos e rotulagem nareunião foi realizada pelo órgão no dia 2 de outubro, em Brasília, e reuniu conselheiros, presidentes de conselhos estaduais, observadores e convidados, num debate sobre a relação entre comunicação mercadológica e formação de hábitos alimentares não saudáveis.

Na reunião foi aprovada a recomendação 006/2013, que pede ao Poder Legislativo a priorização da “tramitação dos projetos de lei que propõem a regulação da publicidade de alimentos não saudáveis, tendo em vista o direito à alimentação e os direitos básicos dos consumidores à informação e à proteção contra publicidades enganosas e abusivas”, ressaltando o impacto negativo à saúde provocado pelas estratégias de comunicação mercadológicas de produtos ultraprocessados e com alto teor de sódio, açúcar, gorduras e bebidas de baixo valor nutricional.

Em sua recomendação, o Conselho destacou a importância das legislações atuais, como o Código de Defesa do Consumidor, que garante ao cidadão o direito a informações claras e precisas sobre produtos. Nesse sentido, reforçou-se o artigo do CDC que trata da abusividade da publicidade que se aproveita da deficiência de julgamento da criança.

A rotulagem de alimentos foi tema de outra recomendação do Consea, a 007/2013. Endereçada a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o órgão pede que ela se “fortaleça na sua agenda e dê agilidade aos processos de atualização e qualificação de propostas regulatórias de rotulagem de alimentos”, ressaltando que é papel da agência promover e proteger a saúde da população e intervir no uso de produtos que trazem riscos.


Vale ressaltar os itens que devemos observar nos rótulos de alimentos:
  • %VD - Significa dizer quanto o produto representa de energia e nutrientes em uma dieta de 2.000 calorias;
  • VALOR ENERGÉTICO - É a energia que o alimento produz no corpo. Aparece como quilocalorias (kcal) e quilojaules (kJ). Consumo diário indicado: 2.000 kcal ou 8.400 kJ;
  • CARBOIDRATOS - São os compostos energéticos presentes em massas, arroz, açúcar, mel, pães, farinhas e tubérculos como batata. Consumo diário indicado: 300g para NÃO DIABÉTICOS;
  • PROTEÍNAS - São necessárias para manter órgãos, tecidos e células saudáveis. Encontradas em carnes, ovos, leites e derivados e leguminosas tais como feijão. Consumo diário indicado: 75g;
  • GORDURAS TOTAIS - Referem-se à soma de todas as gorduras de um alimento. Fontes de energia ajudam na absorção das vitaminas A, D, E e K. Consumo diário indicado: 55g;
  • GORDURAS SATURADAS - Estão presentes em alimentos de origem animal, podem aumentar o colesterol ruim e os riscos de doenças do coração. Consumo diário indicado: 22g;
  • GORDURAS TRANS - A ingestão deste tipo de gordura deve ser reduzida, pois o corpo não precisa dela. São encontradas em alimentos industrializados tais como margarina, biscoitos, sorvetes e frituras. Consumo diário indicado: 2g;
  • FIBRA ALIMENTAR - Melhora o funcionamento do intestino. Pode ser encontrada em alimentos integrais e de origem vegetal tais como frutas e hortaliças. Consumo diário indicado: 25g;
  • SÓDIO - Está presente no sal de cozinha e em alimentos industrializados tais como salgadinhos, embutidos, enlatados etc. Em excesso pode elevar a pressão arterial. Consumo diário indicado: 2.400 mg.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha