9 de mai de 2014

Abaixo ao terrorismo nutricional #VivaPositivamente (por @AlineKelly)



Num dia costelinha, no outro saladinha. Não por "peso na consciência", mas por buscar equilíbrio mesmo. As duas fotos são de refeições minhas em dias diferentes. Gosto mesmo de saladas, principalmente quando almoço no self-service, pois facilita a vida na hora de montar um prato bem colorido, rs. Mas também ADORO massas e outras delícinhas como esta costelinha com molho barbecue que meu marido preparou.

Uma coisa que aprendi nas conversas que participei por conta do blog com os mais diversos especialistas, é que uma vida saudável não pede uma alimentação restritiva, mas sim equilibrada, tudo é permitido, mas com moderação.

Bora ser feliz sem neuras?

Aproveito e deixo a dica do texto que vi no perfil da @smiletic de uma entrevista com a Dra. Sophie Deram, que pesquisa obesidade infantil, nutrigenômica, transtornos alimentares e neurociência do comportamento, que defende que é preciso (e urgente) acabar com essa culpa ao comer:

"Hoje estamos focando no alimento de um jeito muito simplificado: ou o alimento é bom ou é ruim. Esse engorda e aquele emagrece. Não existe isso. Nenhum alimento por si só vai fazer engordar ou emagrecer."

Sophie não é uma nutricionista convencional. Para começar, ela é contra dietas. Para essa francesa e brasileira, doutora em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina da USP, dietas restritivas só estressam o corpo e fazem o cérebro alterar o metabolismo e o apetite, fazendo você engordar ainda mais a longo prazo. Especialista em obesidade infantil e transtornos alimentares, Sophie, que também é chefe de cozinha, estuda neurociência e nutrigenômica - a ciência que mostra como os alimentos “conversam” com nossos genes. Ela defende uma forma libertadora de lidar com a comida: o “comer consciente”, que permite ter saúde e peso estável tendo prazer à mesa e comendo de tudo - até mesmo doces e fast food!

Leia aqui a entrevista completa na Gazeta onLine.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha