10 de set de 2014

Gastronomia funcional no esporte

Tem coisas que só quando a gente entra no universo consegue acompanhar. A nutrição funcional é uma das nossas surpresas do momento.

Nesta semana acontece em São Paulo o Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, evento organizado há 10 anos pela VP Consultoria Nutricional e que acontece simultaneamente ao Congresso Internacional de Nutrição Esportiva Funcional e o Congresso Internacional de Fitoterapia Funcional.

Durante 3 dias pesquisadores do Brasil, Europa e EUA debatem os avanços da nutrição funcional em evento que acontece de 11 a 13 de setembro das 8h30 às 19h30 no Centro de Convenções Frei Caneca.

O conceito da gastronomia funcional é interessante ser aplicado um grupo e atletas e praticantes de atividade física por apresentar uma demanda alimentar de alto requerimento de alimentos antioxidantes além de suporte de proteínas. Uma gastronomia inteligente que se torna fundamental e inovadora a partir do momento que proporciona o prazer de saborear o prato com alimentos ideais trabalhados dentro da perspectiva da saúde. Fornece ao atleta melhor qualidade de vida com manutenção do equilíbrio orgânico garantindo ainda melhor desempenho.



Uma das palestrantes é queridinha das redes sociais: a chef @lidibarbosa11, que no instagram conta com mais de 32.000 seguidores, ávidos pelas publicações que mostram a alquimia de transformar seu prato preferido (seja ele qual for) em saúde. Formada em Gastronomia na Espanha e pós graduada em Gastronomia funcional pela FAMESP - SP, Lidiane se diz adepta de uma gastronomia inteligente e saudável cada ingrediente em suas receitas tem uma razão de estar ali, uma combinação de nutrientes que resultam em experiências únicas de sabor e saúde.



Em sua palestra, no dia 11/09, sexta feira das 16h30 as 17h30, a chef abordará o papel da gastronomia funcional aplicada ao esporte como estratégias nutricionais para prevenção de lesões, melhor forma de aproveitamento dos nutrientes pelo organismo, combinações que podem otimizar os resultados com os devidos conhecimentos científicos, bioquímicos, fisiológicos e na técnica dietética correta ou seja, forma de cocção adequada.

Por exemplo, o alho, um superalimento funcional se for refogado por muito tempo ele perde seus aspectos funcionais só ficará fibras e sabor. Ao passo que se incluirmos ele no final da preparação, triturado ou macerado suas propriedades passam a ser absorvidas pelo organismo, ótimo contra a hipertensão também é um excelente bactericida, ajuda no extermínio nas bactérias malignas do intestino e combate o câncer gastro intestinal.

Mas afinal o que são alimentos funcionais?

Os alimentos funcionais foram definidos como aqueles que têm efeito específico sobre a saúde devido sua constituição química e que não devem expor riscos de saúde, ou seja, são aqueles alimentos que, além das suas funções nutricionais básicas, têm nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais) com efeitos metabólicos ou fisiológicos e efeitos benéficos à saúde.

Já a “Culinária ou Gastronomia Funcional", viabilizada pela técnica dietética adequada, permite preparar alimentos com foco na melhoria da qualidade de vida e da longevidade. Preservando e melhorando a disponibilidade dos nutrientes. O benefício da gastronomia funcional vai muito além da perda de peso. Ela busca a reeducação alimentar e uma vida mais saudável, pois os pratos levam como princípios básicos a quantidade correta e a periodicidade e, assim, o emagrecimento se torna consequência.


O cardápio criado por Lidiane envolve principalmente o uso de biomassa de banana verde (espessante natural de sabor neutro) no lugar dos clássicos creme de leite, maionese e leite condensado, além de ingredientes naturais como leites vegetais (extraídos de castanhas, amêndoas, macadâmia), linhaça, chia, quinoa, amaranto, entre outros. Também é característica da culinária funcional de Lidiane a substituição de farinha de trigo por farinhas de arroz, grão-de-bico, amêndoas, mandioca, féculas de batata, amido de milho e outras, e temperos funcionais têm vez, a exemplo do açafrão, cardamomo, cúrcuma. O resultado origina receitas tão gostosas quanto às tradicionais, muitas vezes até adaptações de receitas de família, mas muito mais saudáveis.

“A grande magia que existe nesse trabalho é poder encantar, com um prato preparado por mim, pessoas que um dia receberam um diagnóstico desanimador em relação a alimentação. Por exemplo. Oferecer um brigadeiro a um diabético ou até mesmo um pão para um celíaco me faz ter certeza de que estou no caminho certo”, revela a chef. Com a substituição de alimentos e troca de ingredientes, Lidiane mostra que há formas criativas e acessíveis de proporcionar mudanças no estilo de vida das pessoas.

Um mercado e tanto!

Segundo pesquisas recentes, o mercado de alimentos e bebidas ligados à saúde e bem-estar movimentou US$ 750 bilhões em 2013. Neste universo, a significativa parcela de US$ 264 bilhões corresponde somente aos produtos funcionais ou fortificados, alimentos e bebidas que contam com ingredientes especiais em suas fórmulas para trazer benefícios para a saúde dos consumidores.
Nessa categoria que engloba alimentos e bebidas funcionais o Brasil representa o primeiro mercado na América Latina e já é quinto principal mercado mundial, sendo o terceiro em taxas de crescimento. O aumento do poder aquisitivo da Classe C e a maior consciência da população em relação aos benefícios dos alimentos funcionais podem ser creditados como os principais fatores para o sucesso do segmento.

Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha