30 de set de 2014

Saúde Muito Além da Mesa – Qualidade de Vida é a Melhor Dieta



Agora os paulistanos não têm mais desculpa para não cuidar da saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde lançou um novo programa - o "Saúde Muito Além da Mesa" - que promete oferecer para toda população uma linha de cuidados relacionados a sobrepeso e obesidade que beneficiará os pacientes do SUS com prevenção, promoção da saúde, estímulo à alimentação saudável e exercícios físicos.

Na verdade, o programa já existia, mas como acontece com muitas ações públicas, poucos sabem!

O “Saúde Muito Além da Mesa” já está na rede municipal de saúde há algum tempo, mas agora, ele entra de uma forma mais organizada, mais estruturada, articulando em rede todas as nossas unidades, tanto as ambulatoriais, como as unidades básicas de saúde (UBS), as unidades especializadas e também os hospitais próprios municipais e os conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Ao aprovar essa linha de cuidado, a SMS passa a investir mais na melhoria da qualidade de vida da população. 

“Vamos dar um enfoque muito maior nas ações de prevenção que já são desenvolvidas há muito tempo, nas ações de promoção da saúde e - agora de uma forma bem articulada - nas ações secundárias e até nas ações para as pessoas que precisam de cirurgia devido ao grande volume de massa corpórea adquirida”
Iara Alves de Camargo, coordenadora das Redes de Atenção à Saúde e Áreas Temáticas (Coras)

As pessoas precisam se conscientizar, porque a obesidade se tornou uma das doenças mais importantes do mundo. A obesidade está relacionada a mais de 30 doenças como câncer, infarto e acidente vascular cerebral (AVC).


Há poucos dias estivemos no Rio de Janeiro ouvindo quase o mesmo discurso - embora muito mais animado! - do Dr Victor Matsudo, coordenador e idealizador do programa Agita SP.


Quando a quantidade de energia (calorias) ingerida através dos alimentos é maior do que aquela que o organismo gasta com seu metabolismo somado às atividades físicas diárias, temos um balanço energético positivo e a pessoa acumula gordura corpórea. Caso isso ocorra por um período longo de tempo, instala-se a obesidade. E isso é a falta do balanco energético.
E o balanço energético é só uma das formas de prevenir a obesidade.

A Prefeitura de São Paulo, através do "Saúde Muito Além da Mesa – Qualidade de Vida é a Melhor Dieta", faz uma apologia aos melhores hábitos nutricionais e à prática de atividade física. As ciclovias que estão sendo inauguradas na cidade são importantes também, porque a pessoa tem a possibilidade de começar uma atividade leve, que é o ideal para começar a perder peso, aliada a hábitos nutricionais saudáveis.

A obesidade preocupa o mundo e não é de hoje. Dado da Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que entre 12% e 14% de pessoas no mundo são obesos, e a tendência é (este índice) crescer se a gente não cuidar disso.

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz implementou em 2014 o Centro de Obesidade e de Diabetes, onde já são realizadas de 15 a 20 cirurgias por mês em pacientes com obesidade mórbida. O hospital também é parceiro do Ministério da Saúde (MS). No projeto de assistência, temos uma parceira com a SMS, onde vamos desenvolver, aproximadamente, 90 cirurgias bariátricas de pacientes que fizeram o tratamento clínico preconizado e não tiveram sucesso.

“Com esse lançamento, espero que as pessoas possam entender que cuidar da alimentação é a melhor forma de cuidar da saúde. As pessoas precisam se alimentar bem para ter qualidade de vida e, assim, poderem usufruir do prazer da boa alimentação e dos momentos posteriores. Por meio da conscientização, é possível evitar o comprometimento da saúde com doenças como diabetes, hipertensão e indisposição física”, disse o secretário municipal de Saúde, José de Filippi Jr.


Como vai funcionar?

No primeiro momento, o paciente passa por uma avaliação com a equipe multiprofissional, em que se diagnostica seu estado nutricional e a condição de saúde. A partir daí é estabelecido o plano terapêutico individual e as metas a serem alcançadas. 

Linha de Cuidado de Sobrepeso e da Obesidade


A linha de cuidados articula as ações existentes na Secretaria e foca a adoção de hábitos saudáveis, especialmente no que diz respeito à alimentação e à prática de atividade física. A porta de entrada para o tratamento do sobrepeso e da obesidade é a Atenção Básica. No primeiro momento, o paciente passa por uma avaliação com a equipe multiprofissional, onde pode ser diagnosticado seu estado nutricional e a condição de saúde. A partir daí é estabelecido o plano terapêutico individual e as metas a serem alcançadas.

Os cuidados são divididos em três fases. A primeira é a consulta com um nutricionista. Ele iniciará o processo de reeducação alimentar e indicará a participação em grupo de apoio psicológico e a prática de atividades físicas. A segunda fase é destinada às pessoas que não conseguem o emagrecimento na primeira etapa. Elas são encaminhadas para o endocrinologista. Este fará uma avaliação, identificará as doenças que acompanham a obesidade - como diabetes, hipertensão, colesterol elevado e problemas de articulação -, e indicará um tratamento medicamentoso. A terceira fase é a cirurgia bariátrica, indicada para os graus de obesidade mais graves e que já está disponível na rede municipal de saúde.



Se o assunto te interessa, veja o hangout que fizemos depois do encontro Viva 2.0 - Balanço Energético. Em mais um dos ótimos encontros de saúde e qualidade de vida que promovemos, os blogueiros que fazem parte da rede Viva 2.0 conversaram com dois especialistas na área de apditão física e saúde. O Dr. Victor Matsudo e a Dra. Claudia Cravo trouxeram reflexões e dicas sobre como adicionar mais exercícios na sua rotina cotidiana, deixando de lado o sedentarismo.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha