23 de ago de 2015

Diamante Negro por 3 mil dólares


Taça com morangos frescos e biscoitos de chocolate moídos acompanhando uma  bola de Diamante Negro, sorvete da Kibon, é a pedida para refrescar esse domingo depois do passeio no novo trecho da #cicloviapaulista. :)

Você sabe de onde veio esse nome?



O chocolate Diamante Negro é um chocolate surgiu em 1939 em homenagem ao jogador de futebol Leônidas da Silva, apelidado de "Diamante Negro", que foi considerado o melhor jogador da Copa de 1938.
Na época, dizem que a Lacta pagou a Leônidas 3 mil dólares pelo uso da sua marca, continua sendo usada até a atualidade, sendo uma das mais tradicionais do portfólio da Kraft. 

Os comerciais do lançamento seguiam a seguinte linha: 



“Diamante Negro venceu pelas suas reais qualidades, garantidas pelo critério de fabricação e fino acabamento interno que caracterizam todos os produtos Lacta. A sua embalagem original, envoltório de celofane negro, rótulo preto e prata, onde se distingue o emblema Lacta, são as singelas roupagens de um excelente produto. Os fregueses e consumidores do Diamante Negro não devem pois, confundir o seu chocolate preferido com outro qualquer de qualidade e procedência duvidosa. Diamante Negro só existe um, fabricado por Lacta, a marca que inspira confiança!”



Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha