11 de set de 2015

Receita para o final de semana: moqueca capixaba



Nós gostamos muito do Brail a Gosto, restaurante de Ana Luiza Trajano. Estivemos lá para provar o cardápio paranaense e gostamos muito da forma respeitosa e inovadora com que ela criou um menu regional. 

E nesta semana, quando se falava do aniversario da capital do Espírito Santo, uma receita dela foi destaque nas redes sociais: a moqueca capixaba. 

Mas antes da receita, um pouco de informação:

Moqueca capixaba é bem diferente da baiana, especialmente porque não leva dendê nem leite de coco na receita, tampouco leva pimentão, como costuma acontecer no Rio de Janeiro. 

Na receita típica capixaba, a cor vem da tintura de urucum, o azeite é doce, o tomate precisa estar bem maduro, a cebola branca o e alho devem ser bem cortados e o coentro picado, salpicado em doses bem generosas. A moldura perfeita fica por conta da panela de barro, feita pelas paneleiras de Goiabeiras, senhoras que moldam, queimam e tingem as panelas com cascas tiradas do manguezal. Assim, está garantido o sabor inigualável na preparação do prato.

Uma dica: a receita capixaba ganhou fama por ser mais leve do ponto de vista calórico. ;)







Moqueca capixaba servida com pirão de peixe e coentro
Rendimento: 4 porções
Ingredientes:
100 ml de óleo de urucum
1 dente de alho picado
1 ½ cebola em tiras
5 tomates, sem pele e sem sementes, em tiras
4 postas grandes de robalo, com cerca de 800 gramas no total
200 ml de caldo de peixe
4 colheres (sopa) de cebolinha picada
½ maço de coentro grosseiramente picado

Modo de preparo:

Esquente uma panela de barro no fogo. Junte o óleo de urucum, o alho e metade da cebola e do tomate e refogue. Acrescente o peixe e polvilhe com um pouco de cebolinha e coentro. Tampe a panela e cozinhe por cerca de 20 minutos – tire um pouco antes de o peixe estar cozido, pois a panela retém muito calor e pode fazer com que ele passe do ponto ideal. Finalize com a cebolinha e o coentro restantes. Sirva com pirão de peixe e arroz branco.
Óleo de urucum
Ingredientes:
200 g de semente de urucum
500 ml de azeite de oliva
Modo de preparo:
Para o óleo de urucum, coloque as sementes no azeite e leve ao fogo bem baixo, por cerca de 40 minutos, para fazer uma infusão. Bata no liquidificador e coe em uma peneira coada com um pano de prato para que o azeite adquira um tom bem forte de urucum.

Pirão de Peixe
Modo de preparo:
Refogue a cebola e o alho em um pouco de óleo de urucum. Junte as aparas de peixe e espere que se desmanchem. Tempere com sal e pimenta do reino. Coloque caldo de peixe e deixe o sabor apurar por alguns minutos. Aos poucos, acrescente a farinha de mandioca, mexendo sempre para não empelotar, até obter uma mistura homogênea. Tempere com coentro, cebolinha e pimenta dedo de moça picada. Sirva com a moqueca capixaba.
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha