15 de mar de 2016

Horta vertical: decora e faz bem à saúde (e ao bolso)




Gostei muito desta reportagem sobre hortas verticais e trago para cá:

O arquiteto Gabriel Hoberrek explica que é possível montar uma horta desse tipo em qualquer parede da casa, desde que a fixação da estrutura seja adequada. Quando desenvolve seus projetos, o profissional utiliza dois sistemas bastante simples: o primeiro é na forma de estante (de madeira ou ferro), com prateleiras vazadas e inclinadas até cerca de 30 graus. A sua profundidade deve ser de 20 a 30 cm, com um afastamento de 5 cm da parede, para garantir uma boa ventilação. A altura entre as prateleiras pode ser de 50 a 60 cm. Nelas podemos colocar vasos plásticos, garrafas PET, embalagens de leite ou coadores de alumínio para massa, que dão um efeito bem interessante, explica.
Outra maneira de se montar uma horta vertical é utilizar uma treliça de alumínio, madeira ou ferro. Uso ganchinhos metálicos para prender os vasos, deixando-os suspensos, orienta o arquiteto. O local precisa ter iluminação adequada (de no mínimo seis horas por dia) e, de preferência, com o sol da manhã. A horta deve ser colocada, preferencialmente, em locais externos para se garantir uma boa ventilação, afirma Hoberrek.

Veja um passo a passo da engenheira agrônoma Jana Koefender para o cultivo de ervas e hortaliças em vasos:

1. Escolha o tipo de vaso
Se for de cerâmica ou de cimento, será necessário impermeabilizar com piche e deixar secar por alguns dias, informa Jana.
2. Cuidados com a drenagem
Para permitir a drenagem, coloque no fundo do recipiente materiais como pedaços de tijolos, telhas ou brita. Em cima de tudo, ponha uma camada de areia.
3. Prepare a terra
Coloque uma mistura de substrato preparado ou comercial, que é facilmente encontrado em lojas. Para fazer em casa esse substrato, misture cinco partes de um composto orgânico que também pode ser húmus de minhoca uma parte de adubo animal curtido (esterco) e uma parte de areia. Caso você não queira fazer uma horta orgânica, adicione adubos granulados com NPK. Se você utilizar substrato comercial, no momento de repor, use o composto orgânico ou o que contém NPK.
4. Faça a semeadura ou transplante as mudas
Logo depois, irrigue os vasos.
Confira algumas plantas com raízes curtas, ideais para vasos:
- cebolinha
- salsa
- coentro
- alface
- pimentão
- tomate-cereja
- morango
- couve-folha
- rúcula
- alecrim
- sálvia
- orégano
- manjericão
- calêndula
Caso o espaço disponível no seu apartamento receba pouca luz (somente três ou quatro horas, por exemplo), você também pode plantar algumas espécies, mas elas crescerão com menos qualidade, conforme explica Jana. Confira algumas opções:
- hortelã
- capuchinha
- tomilho
- salsa
- cebolinha
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha