22 de mar de 2016

Saúde plena, um dos desejos dos brasileiros




De acordo com a pesquisa “O que é para o brasileiro viver ao máximo”, realizada entre agosto e setembro de 2015, pela Abbott, empresa global de cuidados para a saúde, “ter saúde plena” foi o quesito desejado por 94% dos participantes da pesquisa para se ter uma vida plena.
E como ter uma saúde plena?

Uma boa alimentação regrada a alimentos naturais e orgânicos é crucial para a conquista desse objetivo. 

“Evitar produtos industrializados, frituras, açúcares, refrigerantes, álcool, glúten, derivados do leite e excesso de carne vermelha são os pontos chaves para uma boa alimentação. Optar sempre por alimentos frescos e evitar tudo o que for processado, é o primeiro passo para caminhar em busca de uma saúde plena”, afirma a nutricionista Melissa Barbosa. 

Uma das dicas que li dela reforçava o que a gente sempre conta aqui e pratica em casa:



Incluir a couve e seus "parentes" no cotidiano.  

“A couve contém substâncias enxofradas denominadas de flavonoides, substâncias que atuam no fígado auxiliando no processo de desintoxicação. Além da couve, vale lembrar que a couve-flor, a couve-de-bruxelas e o brócolis também são ótimos ingredientes para a saúde e que auxiliam nesse processo”, explica.



Mas não adianta incluir comidas saudáveis uma vez por dia e passar horas em jejum depois!

No dia a dia, é importante alimentar-se de três em três horas e ingerir sempre alimentos naturais. “Essa é a receita para quem precisa aprender a ter hábitos alimentares saudáveis. Durante os lanches entre as refeições do dia, por exemplo, a dica é sempre optar por frutas. No almoço, verduras e legumes crus devem sempre estar no prato, junto com o arroz integral e uma carne branca grelhada ou assada, como o peixe ou o frango. Para a sobremesa, o abacaxi e o mamão são boas pedidas, já que auxiliam na digestão, fazem bem para o organismo e ainda deixam o docinho na boca após o almoço”, afirma Melissa.



A água continua sendo a companheira para quem quer ter uma saúde plena. 

O mínimo de dois litros continua sendo o ideal para hidratar o corpo durante um dia, pois a água auxilia na eliminação de toxinas do corpo via urina e suor, e também contribui para um bom funcionamento intestinal.



A nutricionista sugeria o chá verde, mas eu consumo com moderação porque tem muita cafeína e judia um pouco do estômago. 

“Eles também possuem flavonoides que auxiliam na desintoxicação hepática e são ótimos para desintoxicar. Vale lembrar que isso é válido para o chá verde preparado em infusão com a erva Camellia Sinensis. Não vale para os chás verdes de caixinha que vem pronto no supermercado”, comenta a nutricionista. “Outros infusos como o dente de leão, a carqueja e o boldo do Chile também são ótimas pedidas para auxiliar no processo de desintoxicação”, relata.


“Não adianta preocupar-se tanto com a alimentação se o corpo continuar parado. É importante encontrar uma atividade física que possa ser praticada no mínimo três vezes por semana. Assim, o objetivo de ter uma saúde plena pode ser conquistado ainda mais rápido."

Ou, para ficar ainda melhor, garantir os #30tododia! 30 minutos de atividade física diariamente são parte da garantia de saúde!

Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha