3 de jun de 2016

Festival de Coxinhas da Padaria Brasileira

“Agora o pessoal de São Paulo vai saber o que é uma coxinha de verdade”, foi isso que li no post de uma amiga em 2014, ao saber que a famosa Padaria Brasileira viria para a cidade de São Paulo. Ela, moradora da região do ABC, sempre falava da “coxinha da Brasileira”, do “sonho da Brasileira”, de, basicamente, tudo que tinha na Padaria Brasileira.

Brasileira 50.jpg
Primeira Padaria Brasileira de Santo André (Foto: Site - Padaria Brasileira)

A Padaria existe desde 1953 e teve a primeira unidade em Santo André, criada pelo casal Abel e Maria Cândida Assunção. A loja existe até hoje e agora é a matriz, contando com mais dois endereços em Santo André, um em São Bernardo e um na região central de São Paulo, na Rua Augusta.

A coxinha da Brasileira é famosa, antes da loja ser aberta na capital Paulista em 2014, já havia sido premiada sete vezes pelo “Comer e Beber” do ABC e a receita continua fazendo sucesso. O salgadinho querido é crocante por fora e bem cremoso por dentro. É beeem clichê falar isso de uma coxinha, não é? Mas é verdade! E quando eu conheci a coxinha da Brasileira foi ~amor à primeira mordida~.

Representando o Conversas de Cozinha, fui conhecer os novos quatro sabores que a Padaria lançou para o “Festival de Coxinhas” que acontece em todas as unidades desde o dia 31 de maio e vai até 30 de junho. São três sabores salgados, cada um sai por R$5,80 e um sabor doce, que é a versão mini e custa R$2,20.

IMG_20160603_121558.jpg
Os três novos sabores salgados criados para o Festival de Coxinhas.

A coxinha de Beringela é uma boa para quem é vegetariano ou quer uma opção mais saudável, o recheio ficou bem temperado e leve. A de Frango Xadrez une as cozinhas Chinesa e Brasileira e eu garanto que fica menos estranho do que parece. E para quem quer um sabor ainda mais inusitado, a de Hot Dog cumpre esse papel. Eu estava desconfiada, mas ficou bem gostosa e nada enjoativa. Afinal de contas: coxinha é bom, cachorro quente é bom, as coisas da Brasileiras são boas: como que uma coxinha de Hot Dog ia ficar ruim :P

IMG_20160603_121625.jpg
Mini coxinha doce.

A versão doce é uma mini coxinha de Beijinho e é difícil comer apenas uma, viu? Não ficou enjoativa e vale a pena experimentar. Se não quiser arriscar na coxinha doce, pode optar pelo sonho da Padaria que é uma delícia também :)

Para saber onde tem uma Padaria Brasileira mais próxima de você, acesse:
http://padariabrasileira.com.br/lojas/
Postar um comentário

Quem cozinha e conversa?

O blog surgiu da vontade de falar de comida, bebida e alimentação saudável, coisas que estão sempre em pauta na nossa cozinha, nos reuniu desde 2009 numa conversa online, como fazia com os papos nas cozinhas de amigos e os eventos deliciosos de gastronomia dos quais este blog tem participado. Tudo isso está aqui, temperado pela vontade de trocar ideias e aprender. Se você também gosta de um papo de cozinha, puxe uma cadeira e junte-se a nós.

E se quiser conversar com a gente: cozinhaconversa@gmail.com

Google+ Badge

Siga-nos no Twitter @conversacozinha